Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Chapéu

Três Pedras

Publicado: Quinta, 02 de Janeiro de 2014, 14h53 | Última atualização em Sexta, 11 de Setembro de 2015, 00h21 | Acessos: 957

Podemos observar as Três Pedras de perto, seguindo pela estrada Bofete/Pardinho na entrada da Cohab em Bofete. O local também é utilizado para esportes radicais, para aqueles que apreciam a arte da escalada.

Edson José de Camargo
Três Pedras
Três Pedras
Veja mais no Cidade Minha

Ela é um resto de montanhas que foram varridas pela chuva, vento e sol ao longo de vários anos, elas guardam mistério que muita gente procura desvendar, mas que até hoje ninguém conseguiu.
As lendas
De geração em geração, a lenda é realimentada porque o jovem busca descobrir sinais que possam confirmar teses de que o local já foi palco de cultos, aparição de extraterrestres e que em uma das cavernas há muito ouro enterrado. “Há excursões ao local. Mexe com o imaginário da cidade. Se tornou um ponto turístico.”
Segundo o que acreditava o Frei Fidélis, o monte conhecido por Três pedras, era na verdade um templo construído por antigos viajantes sumérios praticantes do culto à Serpente Negra, que aportaram no Brasil e se estabeleceram, principalmente, em São Paulo. Um dos indícios dessa presença estaria presente na língua falada pelos índios, principalmente da tribo Tupi, que utilizariam muitos termos em comum com a linguagem suméria. O próprio nome da cidade de Botucatu teria origem suméria, conforme tradução do Frei. A tradução suméria para o nome Botucatu seria a seguinte: "BUT UK" como"TEMPLO DA SERPENTE" e "A TU" como"ESCAVADO NA ROCHA".
Os estudos do frei capuchinho centraram-se nas Três Pedras, às quais interpretou que eram formação rochosa (uma delas, a Pedra do Meio, com formato fálico) e seriam um "EX-TU" : Templo Negro Fálico, catalisando em torno de si energias cósmicas profundas, constituindo-se em verdadeiro epicentro de fenômenos misteriosos.
Para Frei Fidélis, o Templo Negro Fálico não seria composto de formação rochosa natural e, sim, um templo construído 5.000 mil anos atrás para ser o centro de um culto negro e que teria sido destruído por XUMÉ ou SUMÉ, Grão Sacerdote Sumério.
Alguns historiadores, incluindo Fidélis a essa lista, acreditam que o caminho de Peabirú passaria pelas proximidades das Três Pedras.
Outra lenda curiosa a respeito do monte das Três Pedras, diz respeito a um suposto tesouro em ouro escondido em uma caverna no local pelos Jesuítas.
Mais recentemente, as Três Pedras passou a ser vista como ponto de ‘aterrissagem’ de naves espaciais. Local apropriado para descida de extraterrestres. Por conta de pontos luminosos que surgem, segundo alguns ufólogos e se movem de uma pedra para outra, sempre à noite. Essa manifestação é tida como algo sobrenatural para aqueles que acreditam.
Verdade ou não, Três Pedras atrai cada vez mais turistas, pesquisadores e curiosos para a região, que é formada por montanhas que desenham um gigante deitado. “Um dos morros é a cabeça, o outro a barriga e as Três Pedras são os pés.”

Fonte: Sobrenatural.Org

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página